quinta-feira, 21 de novembro de 2019.

A rota que leva aos principais balneários paraenses também oferece aos veranistas opções de localidades com características típicas do interior e que mostram um lado pouco conhecido da Amazônia Atlântica. Um desses lugares é São Caetano de Odivelas.

Localizado a cerca de 94 Km de Belém, na Região do Salgado, com uma população estimada em 17,5 mil habitantes (IBGE 2016), o município que tem uma área de quase 744 km² é cercado pelo Rio Mojuim e se constitui em um dos destinos favoritos de quem prefere um programa mais tranquilo.

Suas ruas ainda conservam a cobertura em paralelepípedos dando a cidade ares tipicamente interioranos. Um passeio pela orla oferece uma vista incrível do rio Mojuim e suas inúmeras ilhas que possuem nomes curiosos como “Feiticeira”, “Cotovelo”, “Macaca”, “Tubarão” e “Marinheiro”. Na cidade é possível visitar também o Centro Cultural, a praça da feirinha e a famosa rampa em frente à prefeitura local. É de lá que saem e chegam os barcos trazendo o pescado.

Além da pesca e a produção de ostras, outra atividade que movimenta a economia local é a coleta do caranguejo. O município é o maior produtor e exportador do crustáceo no Pará e por isso recebeu o título de “terra do caranguejo”.

Com tantos rios e a diversidade de peixes, mariscos e demais “frutos do mar”, não é de se estranhar que a pescaria seja um dos maiores atrativos turísticos da região. Várias pessoas visitam São Caetano para a prática da pesca esportiva.

Atrativos: Além das belas paisagens naturais, São Caetano oferece aos seus visitantes atrações gastronômicas e culturais. Na parte gastronômica, com toda a fartura de pescados, o caranguejo é considerado o “carro chefe” em diversos restaurantes da cidade.

Praias
Saindo de São Caetano de Odivelas em um dos barcos motorizados, o turista pode ter uma visão panorâmica da cidade. Navegando pelas águas do rio Mojuim, os piloteiros levam os visitantes aos diversos balneários existentes na região.

Um dos principais e mais conhecidos balneários da região é a Praia do Rato, onde fica a Ilha dos Guarás (Mariteua), na costa atlântica da zona do salgado paraense. O local é palco de um belíssimo espetáculo da natureza, a revoada dos pássaros da espécie, que, ao final das tardes, se transformam em verdadeiros desenhos em movimento que povoam o céu de São Caetano.

Além da Praia do Rato, tem também a Praia do Farol, bastante frequentada, e a Praia da Romana, distante do município cerca de 2h de barco. De acordo com o também piloteiro e dono de barco Benedito Brito, conhecido como “Gazela”, a distância vale a pena. “São quilômetros de praia, é muito bonito. As praias de perto também são boas porque não têm maresia”, comenta.

Comida típica
Conhecido como a Terra do Caranguejo, São Caetano de Odivelas oferece aos turistas diversas opções de pratos feitos com a carne do crustáceo, seja servido em casquinhas acompanhados de farofa ou estilo “toc-toc”, quando o caranguejo é servido inteiro e a pessoa precisa quebrar a carapaça do animal com um porrete. Os pratos para duas pessoas tem preços bem acessíveis e, com restaurantes de estrutura dentro do mar, o turista pode apreciar as iguarias regionais contemplando a beleza do rio Mojuim.

Skip to content